Historial CCLC

 

 

O Coro de Câmara Lisboa Cantat tem um desempenho ecléctico e versátil e no seu percurso destacam-se as seguintes apresentações:

 

 Participação regular em cerimónias da Universidade Aberta

 

Participação em Cerimónia de Bênção e Entrega de Diplomas da Faculdade de Ciências Humanas da Universidade Católica Portuguesa (Fevereiro 2020)

Concerto de Natal na escadaria do Palácio Nacional de Sintra, integrado no evento Reino do Natal, com o programa Natal Português e do Mundo (Dezembro 2019)

Concerto de encerramento do Festival de Coros de Música Sacra e Espiritual Sons do Silêncio com o programa Natal Português e do Mundo (música europeia, brasileira e americana dos séculos XVII, XIX e XX - música sacra, música tradicional, christmas carols e espirituais negros) e coros de O Messias de Händel acompanhados ao piano, Igreja do Mosteiro de Alcobaça (Novembro 2019)

Concerto de encerramento do Ciclo de Música Barroca de Sintra Concertos de Primavera com O Messias de Händel, na Igreja de São Martinho, Sintra, em conjunto com a Orquestra de Câmara de Sintra, direcção Cesário Costa, organização Sintra Estúdio de Ópera (Maio 2019)

Participação nas edições de 2018, 2019 e 2020 do espectáculo Lisbon Under Stars, que decorreu nas Ruínas do Convento do Carmo, em Lisboa (prémio BEA WORLD para Melhor Evento Cultural de 2018)

Participação na 1ª edição do Festival Oeiras 1700, Ateliê de Ópera da Metropolitana - A Flauta Mágica de Mozart, Jardins do Palácio Marquês de Pombal em Oeiras, em conjunto com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, direcção cénica e vocal Jorge Vaz de Carvalho, direcção musical Pedro Amaral (2018)

Requiem de Mozart na Igreja do Senhor Jesus dos Navegantes, em Paço de Arcos, e no Auditório da Senhora da Boa Nova, no Estoril, em parceria com a Orquestra de Câmara de Cascais e Oeiras, direcção Nikolay Lalov (2018)

Participação no Ateliê de Ópera da Metropolitana – Don Giovanni (2015), As Bodas de Fígaro (2016), La Clemenza di Tito (2017) e A Flauta Mágica (2018), CCB e Teatro Thalia - Lisboa, Teatro Municipal Joaquim Benite - Almada, Fórum Municipal Luísa Todi - Setúbal e Cineteatro Municipal João Mota - Sesimbra, em conjunto com a Orquestra Metropolitana de Lisboa, direcção cénica e vocal Jorge Vaz de Carvalho, direcção musical Pedro Amaral

Participação no Jardim de Verão da Gulbenkian com concerto no Anfiteatro ao Ar Livre da Fundação Calouste Gulbenkian com programa de Canções Regionais e Canções Heróicas de Fernando Lopes-Graça acompanhadas ao piano (2017)

Participação no Festival Internacional de Música do Algarve com programa de música sacra de Mozart em parceria com a Orquestra Clássica do Sul, direcção Vasco Pearce de Azevedo, Loulé (2017)

Concerto de encerramento do IV Curso Livre sobre Religiosidade Popular no Fórum Cultural de Idanha-a-Nova, inserido na celebração dos Mistérios da Páscoa em Idanha, com excertos das Encomendações das Almas de Fernando Lopes-Graça e música sacra de Mozart acompanhada ao piano (2017)

Programa A Idade de Ouro da Polifonia Portuguesa - Igreja da Graça, Lisboa (2016)

Programa Celebrar a Liberdade, Dias da Música em Belém – CCB, Lisboa (2014)

Tournée com O Messias de Händel, Orquestra Metropolitana de Lisboa, maestro Marcos Magalhães (2013)

Participação anual na interpretação de missas de Mozart e Haydn com a Orquestra do Algarve

Festival Música em S. Roque, 2007 (Bach e Händel), 2008 (Poulenc e Carrapatoso) e 2009 (João Rodrigues Esteves, Carrapatoso e Lopes-Graça)

Concerto pelas Vítimas no Sudão, organizado pela Fundação Ajuda À Igreja que Sofre (2007)

Cerimónia de entrega de prémios aos laureados do II Prémio Lopes-Graça de Composição em Tomar (2007)

1.º Festival de Coros de Câmara de Olhão (2007)

Participação em A Casa da Lenha, peça teatral sobre a vida de Fernando Lopes-Graça, com texto de António Torrado e encenação de João Mota, numa co-produção do Teatro D. Maria II / Teatro A Comuna (foi considerada a melhor peça de teatro de 2006, recebendo o prémio Bernardo Santareno em 2007)

As Bodas de Fígaro de Mozart (2006) e O Elixir do Amor de Donizetti (2008), com a Orquestra Metropolitana de Lisboa/Orquestra de Espinho e Orquestra do Algarve, respectivamente

Participação nas produções de ópera do Teatro da Trindade (INATEL), com encenações de Maria Emília Correia e direcção musical do maestro Cesário Costa

Cerimónia de entrega do Prémio da Imprensa Internacional em Portugal, no Casino do Estoril, transmitida pela RTP, onde interpretou obras de Fernando Lopes-Graça

Apoios: